Palácio Valadares / Casa dos Estudos Gerais / Paço do Almirantado

Fachada Palácio Valadares, Palácio_Valadares_8167.jpg (3456×2304) (wikimedia.org), foto João Carvalho

Aqui existiram as instalações para acolhimento dos estudantes da primeira Casa da Universidade de Lisboa, criada pelo rei D. Diniz, em 1290.

Na fachada do edifício, uma lápide assinala que aqui existiram instalações para acolhimento dos estudantes da primeira Casa da Universidade de Lisboa, criada pelo rei D. Diniz, em 1290, com a designação de Estudos Gerais.  Corresponde também aos antigos Paços do Almirantado, habitados pelo Almirante Pessanha, que veio para Portugal a pedido do rei D. Diniz para organizar a armada portuguesa. Foi também este local o palco de vários episódios da história da fundação da dinastia de Avis e da vitória de D. João I sobre as pretensões dos castelhanos. O Palácio teve depois vários proprietários. A partir do séc. XVII até à data do terramoto pertenceu aos Condes de Valadares. No início do século XIX, aqui esteve sedeado o Clube Assembleia Portuguesa, a cujos bailes vinham os reis, a corte e a burguesia ascendente. Mais tarde, foi sede do Clube Lisbonense. Nas diversas utilizações que foi tendo ao longo dos tempos, acolheu também instalações fabris, estabelecimentos comerciais e estabelecimentos de ensino, com destaque para o Liceu Nacional Maria Pia e a Escola Comercial Veiga Beirão. Atualmente é alvo de um projeto de reabilitação para estabelecimento hoteleiro.

Calçada do Sacramento, 34-52

Contrato de Vassalagem_Celebrado_Entre o Rei D. Dinis e Micer Manuel Pessanha de Génova 1 de Fevereiro de 1317; ANTT