Capela da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo

Cofre de prata com as Relíquias de São Nuno de Santa Maria na Capela da Ordem Terceira do Carmo © CNC-Adriano Rodrigues

A Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, de grande devoção em Portugal, composta por fiéis que desejavam participar da vida carmelita e dos seus benefícios espirituais, foi fundada em 1629 e tinha no Convento do Carmo a sua própria Capela.

Em 1389, D. Nuno Álvares Pereira (São Nuno de Santa Maria) mandou construir o Convento de Nossa Senhora do Carmo, em Lisboa. A construção ficou concluída em 1422 e para ali vieram viver os frades Carmelitas, aos quais D. Nuno se veio a juntar. Arruinado pelo terramoto de 1755, os vestígios desta construção gótica continuam bem patentes na imagem da cidade e aqui se encontra, desde 1864, o Museu Arqueológico do Carmo.

A Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo,  fundada em 1629, tinha no Convento do Carmo a sua própria Capela. Destruída também em 1755, a capela foi reconstruída em 1789, graças às esmolas e donativos dos fiéis, num primeiro andar do prédio localizado no mesmo Largo do antigo Convento, doado pela família Silva Coutinho à Ordem.

O templo possui uma nave única e capela-mor. Bem iluminado, tem três portas de acesso, dando a central para a escada nobre e as extremas para a sacristia e para os corredores do 1º piso, respetivamente. O teto é direito e ornado com um painel pintado a óleo, representando Nossa Senhora do Carmo dando o escapulário a S. Simão Stock, carmelita inglês que viveu no séc. XIII.

No altar-mor, ladeado por dois nichos com peanhas, destacam-se as esculturas de madeira do século XVII, de Santo Elias e Santo Eliseu, vindas do Convento do Carmo. No centro, uma imagem recente de Nossa Senhora do Carmo.

Tem dois altares laterais em talha dourada e pintada. O do lado direito é dedicado a São Nuno de Santa Maria (D. Nuno Álvares Pereira). Aos pés da imagem preserva-se o cofre de prata com as Relíquias do Santo Condestável. Atrás do frontal envidraçado, apresenta-se a imagem de Nossa Senhora da Boa Morte, também proveniente do Convento do Carmo.  O altar do lado esquerdo possui um retábulo que representa Cristo Crucificado e, no frontal envidraçado, uma escultura de madeira setecentista representa o Senhor Morto.

 

Morada:
Largo do Carmo, 25
1200-433 Lisboa

Telefone:
213 421 790

Web site:
Patriarcado de Lisboa (patriarcado-lisboa.pt)