Agenda

Concertos
Teatro Nacional de São Carlos
R. Serpa Pinto 9, 1200-442 Lisboa

La Wally, de Alfredo Catalani

A ópera La Wally de Alfredo Catalani, estreada no La Scala de Milão em 1892, é o único título deste compositor verista que não caiu em quase total esquecimento.

Teatro Nacional de São Carlos — Sala Principal
14 e 16 de outubro de 2020 — 20h
18 de outubro de 2020 — 16h

La Wally
Música de Alfredo Catalani
Libreto de Luigi Illica
Drama musical em quatro atos — versão de concerto

La Wally Zarina Abaeva
Stromminger Luiz-Ottavio Faria
Afra Patrícia Quinta
Walter Joana Seara
Giuseppe Hagenbach Azer Zada
Vincenzo Gellner Luis Cansino
Almocreve Nuno Dias

Direção Musical António Pirolli
Coro do Teatro Nacional de São Carlos
Maestro Assistente Kodo Yamagishi
Orquestra Sinfónica Portuguesa
(Maestrina Titular Joana Carneiro)

La Wally sobreviveu sobretudo devido à inspiradíssima ária “Ebben? Ne andrò lontana“, que é cavalo de batalha para qualquer soprano e que ganhou divulgação planetária por surgir no filme Diva de Jean-Jacques Beineix cantada por Wilhelmina Fernandez.

O libreto é baseado num texto de Wilhelmine von Hillern que nos conta uma história passada nos Alpes tiroleses.

A ópera subiu pela primeira vez à cena em São Carlos no ano de 1910 e, depois dessa data, só voltaria a ser cantada por cá em abril de 1956, protagonizada por Maria Caniglia.

Regressa agora passados 64 anos em versão de concerto, sob a direção de Antonio Pirolli, que volta a São Carlos, agora como Maestro Convidado Principal da Orquestra Sinfónica Portuguesa. A jovem russa Zarina Abaeva lidera um elenco internacional que nos convida à descoberta desta raridade.

M/6